Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

CPI da Interceptação Clandestina precisa de 171 assinaturas

CPI da Interceptação Clandestina precisa de 171 assinaturas na Câmara
COMPARTILHE

“Faremos uma força tarefa para coletar as 171 assinaturas ainda hoje. Hackeamento de autoridades é crime”, disse um dos autores da CPI.

Os deputados federais do PSL, Carlos Jordy (RJ) e Filipe Barros (PR), articulam a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a “interceptação clandestina” e o “vazamento de informações” de conversas dos procuradores da Lava Jato e do então juiz federal Sergio Moro.

O site The Intercept divulgou na noite de domingo (9) supostos diálogos de membros do Ministério Público Federal (MPF) com o ministro da Justiça obtidos de forma ilegal. A Polícia Federal (PF) investiga a ação de cibercriminosos desde o mês de maio.

“Caberá à CPI investigar as atividades dos responsáveis pela criminosa interceptação e divulgação de conversas ocorridas entre procuradores da república, juízes federais e o atual Ministro Sérgio Moro”, diz um trecho do requerimento, que precisará ainda de 171 assinaturas para ser instalada a comissão.

“Os dados obtidos de maneira ilícita violam a privacidade, mas se mostram ainda mais graves por terem relação direta com pessoas responsáveis pela Operação Lava Jato – a maior operação anticorrupção da história do Brasil”, diz outro trecho do pedido de CPI.

Em mensagem publicada na rede social Twitter, nesta terça-feria (11), o deputado Barros declarou:

“Estamos entrando com pedido de CPI para investigar o hackeamento dos celulares e vazamento de informações dos membros da força tarefa da Lava Jato e do então Juiz, hoje Ministro Sérgio Moro.”

“Faremos uma força tarefa para coletar as 171 assinaturas ainda hoje. Hackeamento de autoridades é crime”, acrescentou o parlamentar Jordy.

O site O Antagonista publicou a íntegra do requerimento, que precisa da assinatura de 171 deputados para ser protocolado.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE