Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

CPI das Fake News tenta validar mensagens divulgadas por Greenwald

CPI das Fake News tenta validar mensagens divulgadas por Greenwald
COMPARTILHE

“Eu só quero a verdade. Eu só quero saber se é verdade, se essas mensagens foram verdadeiras ou falsas”, disse o presidente da CPMI.

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News terá até 23 de dezembro, dia final do seu prazo de funcionamento, uma longa lista de alvos.

Entre eles estão o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e a Operação Lava Jato.

Moro deve ser convocado para prestar esclarecimentos sobre o vazamento de conversas privadas publicadas pelo site panfletário Intercept, cujo editor e cofundador é o militante norte-americano Glenn Greenwald.

A apuração do caso começará pelo depoimento do representante legal do Telegram, aplicativo usado por Moro e centenas de outras autoridades brasileiras para trocar mensagens.

Em conversa com o site UOL, o presidente da CPMI, senador Ângelo Coronel (PSD-BA), declarou:

“Vai chegar o momento também de o Telegram aferir se eles têm guardado nas nuvens [o histórico de] mensagens e se elas são verdadeiras. Não estou aqui para acusar o ministro Sergio Moro, o Deltan Dallagnol ou alguém. Eu só quero a verdade. Eu só quero saber se é verdade, se essas mensagens foram verdadeiras ou falsas.”

Na visão do senador, se for confirmada a veracidade dos diálogos “a democracia foi quebrada e a Justiça desmoralizada”:

“Vamos corrigir uma história que se virou a página, mas vamos revirar agora no sentido contrário para se corrigir qualquer ato que seja com desvio de função.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários