Português   English   Español

CPI de Brumadinho quer indiciamento de presidente da Vale

CPI de Brumadinho quer indiciamento de presidente da Vale
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Os citados na CPI serão acusados pelos crimes de omissão, crime ambiental e homicídio culposo.


O senador Carlos Viana (PSD-MG), relator da CPI do Senado que investiga o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, confirmou que vai pedir o indiciamento do presidente licenciado da Vale, Fábio Schvartsman, e de outras 11 pessoas físicas, além de 2 pessoas jurídicas.

Entre as pessoas com o indiciamento solicitado estão gerentes da Vale e da empresa de certificação e testes de segurança Tuv Sud. As duas empresas também são alvo dos pedidos.

Em conversa com o site Congresso em Foco, o senador Viana declarou:

“Quatorze pedidos de homicídio culposo, porque a gente não conseguiu avançar para o doloso, mas para o culposo a gente tem muita confiança na condenação. O trabalho está muito bem detalhado, nós tivemos 10 mil páginas de provas compartilhadas, entre quebra de sigilo de email, telefônico, relatórios de autoridades, isso tudo nos trouxe a um relatório que está muito bem embasado. A Vale tem uma culpa absurda nesta história porque tinha pleno conhecimento do que estava ocorrendo, que de poderia romper, sete meses antes a empresa já tinha isso configurado.”

Fábio Schvartsman está afastado temporariamente da presidência da mineradora Vale desde o mês de fevereiro.

A reunião para a leitura do relatório está marcada para a tarde desta terça-feira (2), mas pode haver pedido de vista do texto, o que levaria a votação para 9 de julho.

Os pedidos de indiciamento serão encaminhados para o Ministério Público de Minas Gerais, que comanda a força-tarefa sobre o rompimento da barragem. Cabe ao MP decidir sobre pedir à Justiça a abertura de processo.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...