Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

CPMI das Fake News pede ao Facebook relatório de investigações

Tarciso Morais

Tarciso Morais

CPMI das Fake News pede ao Facebook relatório de investigações
COMPARTILHE

A comissão cobra a entrega das informações em até dez dias úteis e avalia sanções caso o prazo não seja cumprido.

A Comissão Parlamentar mista de Inquérito (CPMI) das Fake News no Congresso Nacional enviou ofício ao Facebook solicitando a entrega de “relatório completo” sobre as investigações que resultaram na suspensão de 196 contas e 87 perfis.

A ação da rede social de Mark Zuckerberg em julho de 2018 derrubou quatro páginas ligadas ao Movimento Brasil Livre (MBL), além da Brasil 200, movimento ligado ao empresário Flávio Rocha, que chegou a cogitar se candidatar à Presidência pelo PRB, e diversos outros perfis.

Os detalhes da investigação do Facebook nunca foram divulgados publicamente. A empresa se limitou a dizer que os perfis suspensos “faziam parte de uma rede coordenada que se ocultava com o uso de contas falsas”.

O presidente da CPI, senador Angelo Coronel (PSD-BA), ameaçou “judicializar” a questão se o Facebook não atender o pedido da entrega dos documentos, informa o site UOL.

Dono de quatro páginas derrubadas na época pelo Facebook, o MBL classificou o ato como “censura” em julho de 2018.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM