- PUBLICIDADE -

Crânios deformados de 1,5 mil anos encontrados na Croácia

Crânios deformados de 1,5 mil anos encontrados na Croácia
- PUBLICIDADE -

Pesquisas mostram que deformar a cabeça de alguém desde a infância traz pouquíssimos ou nenhum dano ao indivíduo.

Enterrados há 1,5 mil anos, corpos de três jovens foram descobertos em Osijek, no leste da Croácia.

De acordo com os arqueólogos, o que chama a atenção é o fato de que dois dos crânios foram intencionalmente deformados.

A prática de modificar crânios desde a infância para criar uma forma permanentemente alterada já foi encontrada em diversos povos ao redor do mundo, informa a revista Galileu.

Especialistas croatas afirmam que a análise genética, isotópica e esquelética dos corpos revelou que os esqueletos eram de meninos que tinham entre 12 e 16 anos no momento da morte, e que todos sofriam de desnutrição.

Já os crânios mostraram diferenças: enquanto um foi deformado em uma forma oblíqua, o outro foi comprimido e alongado.

“Acreditamos que futuros estudos combinando arqueologia, bioarqueologia, história, análise de isótopos estáveis ​​e DNA antigo, conduzidos em uma amostra maior de uma região mais ampla, nos ajudarão a responder essa questão”, escreveram os arqueólogos em um artigo publicado pela revista PLOS ONE.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -