Cresce clamor por voto aberto na eleição para presidência do Senado

Idiomas:

Português   English   Español
Cresce clamor por voto aberto na eleição para presidência do Senado
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O advogado Modesto Carvalhosa enviou na noite de quarta-feira (12), ao Supremo Tribunal Federal (STF), 12 laudas de argumentação pedindo que a votação para escolha do próximo presidente do Senado seja aberta.


No mandado de segurança preventivo, dirigido ao presidente do Supremo, Dias Toffoli, o jurista menciona proposta do senador gaúcho Lasier Martins e cita o inciso LXIX do artigo 5.º da Constituição, que recomenda o voto aberto para tais situações.

Segundo o “Poder 360“, o senador entende que o povo precisa saber com transparência as decisões tomadas por seus representantes. Lasier afirmou:

A Constituição exige a transparência das decisões do Parlamento também para que haja a possibilidade de controle pelo povo das decisões tomadas por seus representantes. E não tem como o povo exercer o poder por meio de seus representantes, se não souber como vota cada um deles nas deliberações do Parlamento.

O gesto de Carvalhosa se deve ao fato de o atual presidente da Casa, Eunício Oliveira, ter ignorado os pedidos de Martins — ele sequer menciona o documento nas agendas da Mesa, frisou o jornal “Estadão“.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Por trás do episódio, a movimentação do senador reeleito Renan Calheiros, que tem buscado apoios para sua volta ao cargo e que quer manter a votação secreta — para evitar incômodos aos parlamentares que o indicarem.

A votação acontece na abertura do ano legislativo de 2019, no dia 1º de fevereiro .

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...