Português   English   Español
Português   English   Español

Cresce o número de condenados por “discurso de ódio” na Suécia

Cresce o número de condenados por "discurso de ódio" na Suécia
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Tomas Åberg é o chefe da “Näthatsgranskaren”, organização responsável pelo suposto monitoramento de discurso de ódio na internet sueca.

Tomas Åberg está de olho em qualquer cidadão da Suécia que ouse fazer críticas duras nas redes sociais contra a política de migração do País ou outro tipo de “ofensa” considerada inaceitável para os defensores do politicamente correto.

No perfil oficial da organização Näthatsgranskaren no Twitter, o sueco alega que suas denúncias à polícia já resultaram em quase 150 condenações por discurso de ódio.

A organização, cuja operação é financiada pelo governo sueco, também afirma que seu trabalho contribuiu para elevar em dez vezes no número de condenações por discurso de ódio na Suécia, informa o jornal “Fria Tider“.

A Autoridade Nacional da Juventude e da Sociedade Civil (MUCF, na sigla em sueco) é uma agência do governo da Suécia, tutelada pelo Ministério da Educação.

Até agora, a organização Näthatsgranskaren já recebeu mais de 150 mil euros em financiamento governamental.

A maior parte da contribuição do MUCF vai para pagar o salário de Tomas Aberg, o responsável pela organização que supostamente combate discurso de ódio na internet, registra o “Voice of Europe“.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!