Português   English   Español

Criança símbolo da fome no Iêmen morre perto de hospital

Criança símbolo da fome no Iêmen morre perto de hospital

Amal Hussain vomitava regularmente e sofria de diarreia; mesmo doente, foi liberada pelos médicos e voltou para casa, pois família não tinha dinheiro para enviá-la a um hospital do Médicos Sem Fronteiras, localizado a cerca de 24 km de onde estava.

O olhar assombrado de Amal Hussain, uma garota de 7 anos cuja imagem deitada em uma cama de hospital no norte do Iêmen se tornou o símbolo da fome no país, parecia resumir as terríveis circunstâncias de seu Estado devastado pela guerra.

A imagem dela publicada no jornal americano The New York Times na semana passada desencadeou diversas ações dos leitores, que se diziam emocionados e chegaram a oferecer dinheiro para a família da criança. Muitos enviaram perguntas à publicação pois queriam saber se ela estava melhorando.

Nesta quinta-feira, 1.º, no entanto, a família de Amal informou que ela morreu em um precário campo de refugiados localizado a pouco mais de 6 km de um hospital.

“Meu coração está despedaçado”, disse a mãe da menina, Mariam Ali, que chorou durante a entrevista por telefone ao jornal Washington Post. “Amal estava sempre sorrindo. Agora, estou preocupada com meu outro filho.”

 

Adaptado da fonte Estadão

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...