Uso de crianças em ataques do Boko Haram quintuplicou

Enviado da ONU quer apoio internacional para impulsionar resposta regional contra o grupo terrorista Boko Haram.

O representante especial do secretário-geral para a África Ocidental e o Sahel disse ao Conselho de Segurança da ONU que o número de crianças envolvidas em atos do grupo terrorista Boko Haram aumentou.

Mohamed Ibn Chambas revelou nessa quinta-feira (11/01) que o uso de menores como terroristas suicidas aumentou cinco vezes em relação a 2016, ao totalizar 135 casos em 2017.

Chambas disse que mais de 2 milhões de deslocados aguardam desesperados pelo fim da crise provocada pelo grupo terrorista Boko Haram na Bacia do Lago Chade. Ele pediu apoio internacional em prol de uma resposta abrangente para enfrentar a ameaça regional.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *