Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Crise em Hong Kong faz China suspender negócios com NBA

Crise em Hong Kong faz China suspender negócios com NBA
COMPARTILHE

Após mensagem em apoio aos protestos em Hong Kong, o executivo da NBA divulgou um comunicado, dizendo que não pretendia ofender os fãs chineses de basquete.

O executivo da NBA, Daryl Morey, gerou uma intensa reação na China após demonstrar apoio aos manifestantes em Hong Kong, enfurecendo torcedores de basquete chineses.

Morey, que é gerente geral do Houston Rockets, postou uma imagem em sua conta do Twitter, na sexta-feira (4), com a mensagem: “Lute pela liberdade. Fique com Hong Kong”. 

A sua conta na rede social foi rapidamente bombardeada por respostas raivosas antes que ele excluísse a mensagem.

A equipe dos Rockets é uma das equipes mais populares da NBA na China, já que recrutaram a lenda chinesa do basquete Yao Ming em 2002. 

Além disso, a franquia da NBA na China aposta em vários esforços de marketing voltados ao público chinês. Durante a temporada 2017-18, por exemplo, mais de 600 milhões de fãs na China consumiram conteúdo da NBA.

A Associação Chinesa de Basquete e a Tencent Sports, detentora de direitos da NBA na China, anunciaram que cortariam laços com o Rockets.

Os patrocinadores chineses do Rockets teriam seguido o exemplo, assim como o Consulado Chinês em Houston, que instou a franquia a “corrigir o erro e tomar medidas concretas imediatas para eliminar o impacto adverso” do tuíte de Morey, informa o jornal Gazeta do Povo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários