Português   English   Español

Crise política vivida por Angela Merkel fortifica direita anti-globalista na Alemanha

Alexander Gauland, líder do partido de direita AfD (Alternativa para Alemanha), diz que a dificuldade enfrentada por Merkel para formar um novo governo mostra que “o seu tempo acabou”.

A decisão da Chanceler de permitir entrada de mais de um milhão de requerentes de asilo muçulmanos desde 2015 foi alvo de críticas ininterruptas pelo partido AfD durante a campanha. Inclusive, o slogan do partido foi “Merkel deve partir”.

Ao que tudo indica, a líder da Alemanha nunca esteve tão perto de deixar o poder. Desde a vitória nas eleições, Merkel enfrenta séria crise política e, até agora, não conseguiu formar uma coalizão para governar o país.

Angela Merkel já deixou claro que não aceita um governo de minoria, preferindo a realização de novas eleições.

Enquanto isso, após alcançar quase 13% dos votos na eleição deste ano e entrar no parlamento pela primeira vez, o partido de direita AfD celebra os problemas enfrentados por Merkel.

O líder do partido, Alexander Gauland, comemora:

Merkel está indo ladeira abaixo e isto se deve, em parte, às nossas conquistas. O tempo dela chegou. Nós queremos que ela deixe o cenário político.

 

Com informações de: (1)

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter