Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Cristãos constituem o grupo mais perseguido do mundo’, diz Martins

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Hostilidade contra cristãos assolou a Europa em 2019
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

“100 mil cristãos morrem todos os anos por causa de sua fé”, disse o assessor presidencial.

Filipe Martins, assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, comentou, nesta terça-feira (22), na rede social Twitter, sobre a perseguição sofrida por cristãos mundo afora.

“Cristãos constituem, de longe, o grupo mais perseguido do mundo”, escreveu Martins, e acrescentou:

“De acordo com o Center for the Study of World Christianity, 100 mil cristãos morrem todos os anos por causa de sua fé.”

O assessor presidencial completou:

“E o Brasil, como maior país católico do mundo, seguirá usando seu peso diplomático contra isso.”

Horas antes, durante discurso na Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU), o presidente da República, Jair Bolsonaro, destacou que “o Brasil é um país cristão e conservador e tem na família sua base”.

“Faço um apelo a toda a comunidade internacional pela liberdade religiosa e pelo combate à cristofobia”, disse Bolsonaro, como noticiou a RenovaMídia

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram