Cristina Kirchner indiciada por ter furtado documentos históricos

Idiomas:

Português   English   Español
Cristina Kirchner indiciada por ter furtado documentos históricos
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A situação da ex-presidente na Justiça da Argentina fica pior a cada dia. O foro privilegiado, no entanto, impede a prisão de Kirchner.


A ex-presidente da Argentina e atual senadora, Cristina Kirchner, foi indiciada nesta segunda-feira (11) por “manter em casa” documentos históricos.

Os arquivos foram encontrados durante operação de busca e apreensão em um dos seus imóveis no sul do país, registra o Correio Braziliense.

Cristina mantinha em casa um prontuário do ex-presidente Hipólito Yrigoyen e uma carta que o libertador José de San Martín escreveu, na França, para o chileno Bernardo OHiggins, em 1835.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Ao que tudo indica, os documentos foram surrupiados do acervo histórico do País durante o período que a esquerdista esteve na Presidência.

Cristina, que enfrenta oito processos diferentes, disse ser perseguida pela Justiça.

Na última quinta-feira (7), a Corte Suprema de Justiça da Argentina confirmou a ordem de prisão preventiva contra Kirchner, mas ela segue livre até agora por causa da proteção do foro privilegiado, como noticiou a RENOVA.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...