Português   English   Español
Português   English   Español

Cuba acusa Twitter de usar censura para promover ‘guerra cibernética’

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Cuba acusa Twitter de usar censura para promover 'guerra cibernética'

“Ato de guerra cibernética”, disse o ditador cubano sobre a ação do Twitter.

O Twitter bloqueou as contas de Raúl Castro, sua filha Mariela e dos principais meios de comunicação estatais de Cuba.

A União de Jornalistas de Cuba (Upec) denunciou o movimento da empresa digital como “censura maciça”.

A rede social não explicou a medida, que ocorreu no momento em que o ditador Miguel Díaz-Canel discursava na TV estatal, alertando para uma crise de energia supostamente causada por sanções dos Estados Unidos.

De acordo com O Globo, Díaz-Canel declarou:

“O que há de novo aqui é o escopo maciço desse ato de guerra cibernética, claramente planejado, que visa limitar a liberdade de expressão de instituições e cidadãos cubanos e silenciar os líderes da revolução.”

Alguns jornalistas cubanos independentes, por outro lado, ironizaram o fato de que autoridades de um regime que detém o monopólio da mídia reclamassem de censura.

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: