- PUBLICIDADE -

Cuba nega participação em protestos na América Latina

Cuba nega participação em protestos na América Latina
- PUBLICIDADE -

“EUA precisam culpar Cuba por seu grande fracasso na Venezuela”, diz chanceler cubano.

Bruno Rodríguez, chanceler de Cuba, negou, nesta sexta-feira (1º), que a ditadura esteja por trás dos distúrbios sociais na América Latina, assim como de apoiar o regime de Nicolás Maduro na Venezuela.

“Maliciosamente se acusa Cuba de ser culpada pelo o acontece na Venezuela e pelas recentes manifestações populares contra o neoliberalismo sem piedade que avança na região”, disse Rodríguez, durante o “Encontro Anti-imperialista” realizado em Havana.

O governo dos Estados Unidos assegura que Cuba apoia militarmente para evitar a queda do regime Maduro, importante aliado e fornecedor de combustível da ilha.

“Os Estados Unidos precisam culpar Cuba por seu grande fracasso na Venezuela, e precisa justificar o endurecimento do bloqueio” contra a ilha, acrescentou o chanceler.

Na semana passada, o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, denunciou um “padrão” de desestabilização proveniente da Venezuela e de Cuba, orientado primeiro para Colômbia e Equador e depois para o Chile, informa a agência AFP.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -