PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Cubanos usam VPN para driblar censura da internet

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A maioria dos cubanos continua sem acesso à internet nos celulares.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Quatro dias após o início dos protestos inéditos em Cuba, a conexão à internet móvel no país continua cortada por ordem da ditadura comunista.

Na prática, a medida representa um apagão quase total, visto que a Ilha tem poucas residências com conexão Wi-Fi.

As redes 3G e 4G são controladas pelo monopólio estatal da Empresa de Telecomunicações de Cuba (Etecsa).

Enquanto isso, alguns jovens têm utilizado plataformas de redes privadas virtuais (VPN) para escapar da censura imposta pelo regime de Miguel Díaz-Canel.

Em conversa com a Agência Efe, uma moradora de Havana, de 26 anos, explicou:

“É preciso ativar os dados e depois a VPN, e colocá-la na região dos Estados Unidos. Depois, colocar o telefone em modo avião por cinco segundos e, ao desativá-lo, se conecta.”

O corte da internet interrompeu a rotina de parte dos trabalhadores do país, visto que o trabalho remoto foi adotado por muitos setores.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.