Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Curdos acusam Turquia de usar armas químicas na Síria

Curdos acusam Turquia de usar armas químicas na Síria
COMPARTILHE

“Erdogan recorreu a armas internacionalmente proibidas, como fósforo e napalm”, afirmaram autoridades curdas.

Autoridades dos Curdos acusaram a Turquia, nesta quinta-feira (17), de recorrer a armas não convencionais — fósforo branco e napalm — em sua invasão do norte da Síria.

Em um comunicado, o governo semi-autônomo curdo declarou:

“Em uma flagrante violação do direito e tratados internacionais, a agressão turca está sendo realizada com todos os tipos de armas.”

E acrescentou:

“Diante do evidente fracasso de seu plano, Erdogan recorreu a armas internacionalmente proibidas, como fósforo e napalm.”

Desde o dia 9 de outubro, a ofensiva militar da Turquia já resultou no controle de uma faixa terrestre de 120 km na fronteira norte do território sírio. Atualmente, os combates se concentram na cidade de Ras Al Ain.

As acusações contra as forças turcas e as milícias aliadas não puderam ser verificadas de forma independente pela agência AFP.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE