Português   English   Español

CUT diz que atentado contra Bolsonaro está ‘mal explicado’

A direção da Central Única dos Trabalhadores (CUT) divulgou um documento nesta terça-feira (13) em que pede a “unidade das forças populares e democráticas”.

“É o momento de aglutinar forças em torno de uma resistência em defesa dos direitos sociais e trabalhistas e da democracia, articulada com a campanha Lula Livre”, diz a nota publicada no site oficial da CUT.

A central sindical diz também que “houve sérios indícios de manipulação e fraude” na campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Em outro trecho do documento, a CUT diz que o atentado contra Bolsonaro é ‘mal explicado’, conforme apontou O Antagonista:

Empresários coagindo trabalhadores e trabalhadoras a votar em Bolsonaro, um atentado mal explicado ao candidato extremista, sem que tivesse havido reação dos poderes instituídos, particularmente o Judiciário (Tribunal Superior Eleitoral e Supremo Tribunal Federal), em mais uma manifestação de cumplicidade com as forças conservadoras, cujos interesses em última instância preservam. Tudo isso se deu sob o pano de fundo do antipetismo destilado pela grande mídia.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter