CUT diz que Bolsonaro ameaça a existência dos sindicatos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) não está entendendo o atual cenário político brasileiro e o motivo do crescimento de Bolsonaro nas pesquisas.

Segundo O Antagonista, o presidente do sindicato, Vagner Freitas, soltou a seguinte nota nesta terça-feira (02):

Lula pediu a Haddad que ele ‘fosse lá e ganhasse essa eleição’. Então, vamos ganhar (…). A nossa existência está em jogo.

O líder da CUT explicou porque o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) é uma ameaça ao grupo:

Se Bolsonaro vencer, as consequências para trabalhadores e trabalhadoras, sindicatos e a democracia serão sórdidas e irreparáveis. Corremos o risco de ser dizimados. O candidato do atraso terá como política de governo perseguir, criminalizar e erradicar os movimentos sindical e sociais.

O presidente do movimento sindical pediu “mobilizações nas ruas, de casa em casa, nas feiras livres, nos comércios e nos locais de trabalho, no corpo a corpo”, de acordo com informações do Brasil 247.

Segundo Vagner Freitas, “não se ganha voto militando em rede social. Vamos conquistar todos os votos possíveis, pois as pesquisas mostram que há espaço para Haddad crescer, e muito”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.