Português   English   Español

Daciolo cita fraude e pede anulação do 1º turno das eleições

Daciolo cita fraude e pede anulação do 1º turno das eleições
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O deputado federal Cabo Daciolo (Patriota-RJ) pediu nesta quarta-feira (10) a anulação do primeiro turno das eleições e a adoção do sistema de cédulas.


O pedido foi enviado à presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber.

O parlamentar, que concorreu à Presidência da República, diz que no último domingo (7) “inúmeras denúncias de mau funcionamento” e de “adulteração de grande contingente de urnas” surgiram em todas as regiões do país.

Cabo Daciolo encerrou o primeiro turno da eleição presidencial em sexto lugar, com 1,3 milhão de votos (1,26% do total), à frente do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) e da ex-senadora Marina Silva (Rede).

Ele conseguiu essa proeza gastando apenas R$ 806 em sua campanha presidencial e passando boa parte da campanha isolado em um monte.

Em sua petição, o deputado afirma:

A imprensa noticia que foram substituídas 2.400 urnas no primeiro turno. Este número é exemplificativo de grave falha no sistema, seja por irregularidade técnica ou seja pelo indício de fraude, haja vista que certamente essas urnas que foram recolhidas refletem uma irregularidade sistêmica de grandes proporções que certamente não foi detectada.

Na noite do último domingo (7), o TSE informou que houve uma queda de 54,5% no total de ocorrências em relação ao pleito de 2014 (5.275 urnas).

O número de aparelhos trocados representa apenas 0,46% do total de 454.493 urnas utilizadas no primeiro turno.

 

Adaptado da fonte Veja

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...