Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Dallagnol diz que Brasil quer nome ‘independente’ na PGR

Dallagnol diz que Brasil quer nome 'independente' na PGR
COMPARTILHE

“O País precisa de alguém independente lá [na PGR] e a lista tríplice contribui para essa independência”, afirmou Dallagnol.

O procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba, recebeu com cautela a indicação feita pelo presidente Jair Bolsonaro de um nome fora da lista tríplice para o cargo de procurador-geral da República (PGR).

Augusto Aras foi escolhido pelo presidente e contrariou escolha feita pela categoria, que havia listado três nomes de possíveis sucessores da atual PGR, Raquel Dodge.

Em entrevista ao jornal Estadão, Dallagnol declarou:

“O País precisa de alguém independente lá [na PGR] e a lista tríplice contribui para essa independência. Além disso, os nomes da lista tríplice passaram por um teste de fogo em debates públicos. O histórico e os planos de gestão deles foram testados e aprovados, de modo transparente e democrático.”

E acrescentou:

“O procurador-geral tem importantes atribuições, inclusive em matéria anticorrupção. É ele, por exemplo, que decide investigar ou processar deputados, senadores e ministros em grande parte dos casos. É ele quem participa da formação de precedentes no Supremo.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE