Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Damares cita casos de suicídio durante isolamento por coronavírus

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Damares defende movimento continental contra o aborto
Imagem: Reprodução/RFI Brasil
COMPARTILHE

“O remédio não pode ser maior que a doença”, disse Damares sobre as medidas de isolamento.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, elogiou o posicionamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a pandemia do novo coronavírus.

Damares disse que Bolsonaro é mal interpretado pela imprensa, que finge não saber o que ele quer realmente dizer:

“O presidente quer combater a doença, tratar da saúde, sem esquecer do emprego e sem causar pânico. Infelizmente, nas duas últimas semanas, ele foi mal interpretado.”

A ministra disse ainda que, diante do quadro gerado pela pandemia, há ocorrência de suicídio e depressão no Brasil:

“Gente, não vamos causar pânico.Já tivemos suicídio, Filipe. Já estamos com um número muito grande de pessoas com depressão. Número grande de psicólogos voluntários para atender pessoas com depressão, pensando em suicídio, em desespero. A violência cresceu.”

Em outro trecho de uma transmissão ao vivo com o deputado federal Filipe Barros (PSL-PR), Damares repetiu uma frase que virou bordão para Bolsonaro:

“O remédio não pode ser maior que a doença”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM