PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Damares deixa reunião da ONU em protesto contra ditadura Maduro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Damares, assim como o governo Jair Bolsonaro, é crítica ao regime do ditador Maduro.

Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, deixou a reunião da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça, nesta terça-feira (25), em protesto contra o discurso de representantes da ditadura venezuelana de Nicolás Maduro.

Em seu discurso, proferido nesta segunda-feira (24), ela já havia criticado o regime socialista da Venezuela:

“Estamos particularmente preocupados com as centenas de crianças que chegam desacompanhadas ao Brasil. Elas precisam de uma perspectiva de vida livre e saudável, algo que lhes foi violentamente retirado pelo regime ilegítimo e autoritário de Nicolás Maduro.”

Damares também aproveitou o discurso a uma plateia de líderes internacionais para amplificar o que chamou de “preocupação do governo” do presidente Jair Bolsonaro com “as persistentes e sérias violações de direitos humanos cometidas na Venezuela”, destaca o site Metrópoles.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.