Damares diz que governo faz releitura dos direitos humanos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Damares celebrou os 200 dias na liderança da pasta dos Direitos Humanos do governo Bolsonaro. “Muita luta, superação, realizações”, afirmou.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, participou de evento onde fez um balanço dos 200 primeiros dias da sua gestão.

“200 dias de muita luta, superação, realizações e de releitura sobre o que significa direitos humanos no Brasil”, escreveu a ministra no Twitter.

Damares afirma que o governo do presidente Jair Bolsonaro tem apresentado à sociedade brasileira uma “releitura sobre o que são direitos humanos”, por dar voz a pessoas “invisíveis”.

A ministra disse que o Poder Executivo tem abolido termos como “gênero” em documentos endereçados a organizações de defesa de direitos humanos porque a legislação brasileira não os utiliza largamente, informa o site Poder360.

Damares também indicou que quer quadruplicar o atual orçamento da pasta para o ano que vem. Atualmente, o ministério possui à disposição cerca de R$ 250 milhões por ano.

Ela pede um montante de cerca de R$ 1 bilhão para a construção unidades socioeducativas, os espaços destinados a receber menores de idade que cometem infrações. De acordo com a ministra, seria necessário construir 62 novas unidades para suprir o déficit no serviço, informa a rádio Jovem Pan.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.