- PUBLICIDADE -

Damares pede apuração sobre vazamento de nome de vítima de estupro

Damares diz que não pagará um centavo da anistia de Okamotto

Damares pediu a Mendonça o encaminhamento do caso à PF.

- PUBLICIDADE -

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, pediu à Polícia Federal (PF) que investigue o vazamento de dados pessoais da menina de 10 anos que foi estuprada pelo tio no Espírito Santo. 

No último domingo (16), a militante direitista Sara Winter divulgou nas redes sociais o nome da criança, prática vedada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. 

Sara é ex-funcionária da pasta comandada por Damares.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (20), Damares solicita ao ministro da Justiça, André Mendonça, o encaminhamento do caso à PF, além da articulação com a polícia do Espírito Santo para o possível indiciamento dos responsáveis.

“Lamentável que um caso tão triste tenha suscitado, desde o início da última semana, uma campanha desnecessária contra o envolvimento do ministério”, afirmou o ministério, segundo o portal UOL.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -