- PUBLICIDADE -

Damares Alves sai em defesa da educação domiciliar

Dames Alves sai em defesa da educação domiciliar

- PUBLICIDADE -

A ministra Damares disse que a MP da educação domiciliar será publicada e enviada ao Congresso na abertura dos trabalhos legislativos, em fevereiro.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, informou ao blog da Andreia Sadi, no “G1“, que o texto da medida provisória (MP) que trata do ensino domiciliar está pronto.

A medida está entre as prioridades para os cem primeiro dias do governo Jair Bolsonaro. Segundo Damares, a proposta visa garantir apoio legal às famílias que quiserem optar pela prática conhecida como “homeschooling” (“educação domiciliar”, em tradução livre).

Assim que for publicada no Diário Oficial da União (DOU), a MP terá força de lei, mas precisará ser aprovada pelo Congresso Nacional em até 120 dias para virar uma lei em definitivo.

Damares defendeu a ideia:

“O pai que senta com o aluno duas, três horas por dia, pode estar aplicando mais conteúdo que a escola durante quatro, cinco horas por dia.”

A ministra da Mulher destaca que ninguém é obrigado a adotar a prática e refuta argumentos de que o homeschooling afeta a socialização da criança:

“Não é só na escola que a criança se socializa. Este pai pode, por exemplo, matricular esta criança em um curso de inglês. Ele vai ter amigos do curso de inglês. Esta criança vai fazer esporte, esta criança vai a um clube, esta criança vai à igreja, esta criança tem vizinhos.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -