Daniel Ortega ignora clamor popular e diz que permanecerá no poder

O líder da Nicarágua, Daniel Ortega, afirmou nesta quarta-feira (30) que permanecerá à frente do governo, em um discurso para partidários em Manágua, em meio à onda de protestos exigindo sua renúncia e eleições antecipadas.

“A Nicarágua é de todos e vamos ficar todos aqui”, disse Ortega durante uma grande concentração no norte da capital.

O presidente assinalou que após décadas de conflito na Nicarágua “a paz chegou, mas foi um caminho longo” e é preciso defendê-la.

Daniel Ortega declarou:

A Nicarágua não é propriedade privada de ninguém. A Nicarágua é de todos os nicaraguenses, independentemente dos nossos pensamentos políticos, religiosos e ideológicos. Deus deu esta terra a todos os nicaraguenses. O demônio está mostrando as garras para destruir um país onde havia paz, uma Nicarágua que era admirada no mundo por sua capacidade de reconciliação.

Nas últimas semanas, de acordo com a Comissão da Verdade, Paz e Justiça, 85 pessoas já foram mortas em confrontos pelo país em meio a violenta repressão imposta pelas forças de segurança do governo esquerdista de Ortega.

Com informações de BOL
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia