Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Decisão do TCU sobre fake news causa prejuízo, diz BB

Banco do Brasil anuncia programa de desligamento consensual
COMPARTILHE

TCU proibiu a veiculação de publicidade em sites com menos de dez anos.

O Banco do Brasil apresentou nesta semana um agravo ao Tribunal de Contas da União (TCU) pedindo que a corte reveja a proibição imposta sobre parte da publicidade da instituição financeira na internet. 

O banco argumenta que está tendo prejuízo com a proibição e quer que o caso seja levado à análise do plenário do TCU.

Com a vedação, a instituição financeira diz ter perdido mais da metade dos cerca de 100 milhões de acessos que tinha por mês. 

A direção do banco estatal nega que destine verba pública a sites de fake news.

O Banco do Brasil alega que cerca de um terço das contratações de cartões de crédito e de contas digitais vinha de sites atualmente vedados pelo tribunal, destaca o jornal Folha.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários