Português   English   Español

Declarações de Paulo Guedes surpreendem membros do Mercosul

Declarações de Paulo Guedes surpreendem membros do Mercosul

As declarações do futuro ministro da área econômica do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, geraram surpresa e desconcerto nos membros do Mercosul.

Durante uma entrevista no domingo (28), no Rio de Janeiro, o economista disse que a Argentina e o Mercosul “não são prioridade” para a futura gestão do Brasil.

Paulo Guedes afirmou que a prioridade do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) será comercializar com todo o mundo, como noticiou a Renova Mídia.

O economista afirmou ainda que o Mercosul é “muito restritivo, que o Brasil ficou prisioneiro de alianças ideológicas e isso é ruim para a economia”. Ele também disse que o bloco, formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, só negociava com quem tinha “inclinações bolivarianas”, mas que isto não ocorreria mais a partir da presidência de Bolsonaro.

As afirmações tiveram forte impacto principalmente na Argentina, segundo maior país do Mercosul depois do Brasil, de acordo analistas e diplomatas ouvidos pela BBC News Brasil.

Deixe seu comentário

Veja também...