- PUBLICIDADE -

Declarações de Paulo Guedes surpreendem membros do Mercosul

Declarações de Paulo Guedes surpreendem membros do Mercosul
- PUBLICIDADE -

As declarações do futuro ministro da área econômica do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, geraram surpresa e desconcerto nos membros do Mercosul.

Durante uma entrevista no domingo (28), no Rio de Janeiro, o economista disse que a Argentina e o Mercosul “não são prioridade” para a futura gestão do Brasil.

Paulo Guedes afirmou que a prioridade do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) será comercializar com todo o mundo, como noticiou a Renova Mídia.

O economista afirmou ainda que o Mercosul é “muito restritivo, que o Brasil ficou prisioneiro de alianças ideológicas e isso é ruim para a economia”. Ele também disse que o bloco, formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, só negociava com quem tinha “inclinações bolivarianas”, mas que isto não ocorreria mais a partir da presidência de Bolsonaro.

As afirmações tiveram forte impacto principalmente na Argentina, segundo maior país do Mercosul depois do Brasil, de acordo analistas e diplomatas ouvidos pela BBC News Brasil.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -