PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Defensores do impeachment querem desorganizar o Brasil, diz Lira

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"A minha função no impeachment é de neutralidade. Não sou eu que faço o impeachment", diz Lira.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-LA), afirmou, terça-feira (22), que não cairá na pressão dos opositores do presidente Jair Bolsonaro sobre o avanço de um pedido de impeachment.

Questionado em entrevista à revista Exame se “há condições de abrir processo de impeachment” contra Bolsonaro, Lira foi enfático:

“Não é por aí. A minha função no impeachment é de neutralidade. Não sou eu que faço o impeachment.”

O deputado lançou indagações:

“Você quer dizer que o presidente Bolsonaro não tem voto na Câmara para segurar um pedido de impeachment? Que ele não tem base de apoio popular para se contrapor a um pedido de impeachment?”

Lira acrescentou:

“Então, o que é que estão querendo? Que eu desorganize o país, que eu comece uma conflagração de 122 votos que querem contra 347 que não querem? Vocês querem testar? O que a população quer é testar? Acha que é o caminho? Vamos testar.”

E completou:

“O que eu estou dizendo é que o impeachment é feito com circunstâncias, com uma política fiscal desorganizada, uma política econômica troncha. O impeachment é político.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.