Português   English   Español

Defesa de El Chapo diz que cartel subornou presidentes do México

O advogado do narcotraficante mexicano Joaquín “El Chapo” Guzmán afirmou que o Cartel de Sinaloa pagou subornos milionários ao atual presidente do México, Enrique Peña Nieto, e a seu antecessor, Felipe Calderón.

O processo de El Chapo começou nesta terça-feira (13) em um tribunal de Nova York.

O advogado Jeffrey Lichtman também garantiu ao júri que o verdadeiro líder do Cartel de Sinaloa é Ismael “Mayo” Zambada, que jamais passou um dia na prisão e segue foragido, responsável pelo pagamento “ao atual e ao anterior presidentes do México (..) milhões de dólares em subornos”.

Felipe Calderón, que foi presidente do México entre 2006 e 2012, reagiu imediatamente afirmando que as declarações do advogado “são absolutamente falsas e temerárias”.

Em seguida, um porta-voz do atual presidente em fim de mandato também usou o Twitter para rebater as acusações defesa de “El Chapo”. Peña Nieto assumiu o cargo em 2012 e o entregará em 1º de dezembro ao presidente eleito, López Obrador.

 

Adaptado da fonte Veja

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter