- PUBLICIDADE -

Defesa de Lula comemora decisão favorável do STF

- PUBLICIDADE -

O advogado Cristiano Zanin, que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, emitiu nota sobre a decisão da 2.ª Turma de retirar do juiz Sérgio Moro trechos da delação da Odebrecht.

Mendes, Toffoli e Lewandowski votaram a favor da decisão que retirou das mãos do juiz federal Sérgio Moro trechos das delações das ações do sítio em Atibaia, do Instituto Lula e da refinaria pernambucana de Abreu e Lima.

O advogado Zanin comunicou em nota publicada pelo BR18:

A decisão proferida hoje pela 2ª. Turma do STF confirma o que sempre foi dito pela defesa do ex-Presidente Lula.

Não há qualquer elemento concreto que possa justificar a competência da 13ª. Vara Federal Criminal de Curitiba nos processos envolvendo o ex-Presidente.

Entendemos que essa decisão da Suprema Corte faz cessar de uma vez por todas o juízo de exceção criado para Lula em Curitiba, impondo a remessa das ações que lá tramitam para São Paulo.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -