PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Defesa discute capacidade do Brasil contra ataques cibernéticos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Infelizmente, muitas soluções aplicadas no país não falam a ‘língua do brasileiro’”, diz Ministério da Defesa.

O Ministério da Defesa vai realizar um debate on-line, nesta segunda-feira (18), para discutir a capacidade do Brasil em se defender de possíveis ataques cibernéticos. 

A reunião será feita de forma virtual devido às restrições adotadas para tentar conter a proliferação da pandemia do novo coronavírus.

O debate contará com a presença do general Guido Amin, da Defesa, do senador Esperidião Amin (PP-SC), do professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), César Marcondes, do diretor do Ieja, Tarcísio Dal Maso, e do diretor da Apura S/A e especialista em cibersegurança, Sandro Süffert.

“Infelizmente, muitas soluções aplicadas no país não falam a ‘língua do brasileiro’, e não ponderamos só o idioma, mas a realidade nacional de golpes arquitetados por brasileiros, com suas especificidades, os atores envolvidos e os alvos”, diz a pasta da Defesa em nota. 

O especialista Sandro Suffert destacou que é fundamental a busca conjunta de soluções de cibersegurança focadas na realidade brasileira:

“Nos últimos anos, as empresas brasileiras têm evoluído em maturidade, em segurança cibernética. Há um esforço entre empresas, governos e academia nesse sentido.” 

E, segundo o site Metrópoles, acrescentou:

“Por isso, é importante que debatamos modelos e soluções que tenham o foco na realidade nacional.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.