- PUBLICIDADE -

Delações apontam que PSDB-SP cobrou quase R$ 100 mi em propinas

Delações apontam que PSDB-SP cobrou quase R$ 100 mi em propinas
Imagem: Sérgio Lima/Poder360
- PUBLICIDADE -

A informação está contida em delações de executivos das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez investigadas na Justiça Eleitoral, no TJ-SP e pelas forças-tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo e Curitiba.

O senador José Serra e outros políticos do PSDB paulista, além de operadores ligados ao grupo, cobraram ao menos R$ 97,2 milhões em propinas ao longo de oito anos.

Serra teria, segundo delatores, sido o maior beneficiado no esquema, tendo recebido no mínimo R$ 39,1 milhões para caixa 2 de diferentes campanhas suas.

O dinheiro teria sido obtido por meio de contratos de obras de infraestrutura do governo de São Paulo. Serra governou o estado de 2007 a 2010.

Além do senador, são citados nas delações o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), o ex-senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) e ainda Gilberto Kassab (ex-DEM, hoje PSD-SP), ex-prefeito de SP, segundo o UOL.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -