PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Delator diz que MDB recebeu 40 milhões para apoiar reeleição de Dilma

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Em depoimento à Polícia Federal no Ceará, o ex-senador Sergio Machado citou uma reunião entre parlamentares do MDB na residência oficial do senador Renan Calheiros (MDB) com o suposto objetivo de discutir propina de R$ 40 milhões.

O montante teria sido pago pela empresa JBS ao partido para apoiar a reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2014. Os valores teriam sido indicados à holding pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Sergio Machado falou à Polícia Federal (PF) no dia 4 de dezembro, convocado a prestar esclarecimentos no âmbito de inquérito aberto com base na delação de executivos do Grupo J&F.

O ex-senador já havia prestado estas informações em delação premiada, firmada em 2017.

De acordo com os delatores do grupo, o pagamento milionário tinha o objetivo de “manter a unidade do MDB, devido ao risco na época dos fatos de que integrantes do partido passassem a apoiar formalmente a campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG) à Presidência da República em 2014”.

Segundo o jornal “Metrópoles”, o esquema teria beneficiado os senadores:

  • Eduardo Braga (MDB-AM);
  • Jader Barbalho (MDB-PA);
  • Eunício Oliveira (MDB-CE);
  • Renan Calheiros (MDB-AL);
  • Valdir Raupp (MDB-RO).

O ex-ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rego, também teria sido beneficiado.

Nesta terça-feira (22) a Procuradoria-Geral da República pediu mais 60 dias para o inquérito.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.