- PUBLICIDADE -

Delator reafirma propina a partido de ex-presidente do Peru

Delator reafirma propina a partido de ex-presidente do Peru

- PUBLICIDADE -

Ex-diretor da empreiteira brasileira Odebrecht reafirma repasse ilegal a partido de ex-presidente do Peru que cometeu suicídio na semana passada.

O ex-representante da Odebrecht no Peru, Jorge Barata, confirmou nesta terça-feira (23) que a construtora brasileira realizou pagamentos em 2006 para o partido Apra, do ex-presidente peruano Alan García.

García cometeu suicídio na última quarta-feira, 17 de abril, ao receber uma ordem de prisão pelo caso de corrupção, como noticiou a RENOVA.

Barata presta depoimento aos procuradores José Domingo Pérez e Rafael Vela, responsáveis pela Lava Jato no Peru, na sede da PGR em Curitiba.

Além dos pagamentos não declarados ao partido político, o ex-representante da Odebrecht deve falar sobre as obras da linha 1 do metrô de Lima, informa o Estadão.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -