Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Delegados da PF enviam carta ao presidente Bolsonaro

Lei de abuso de autoridade pode inviabilizar PF e MPF, diz Ministério
COMPARTILHE

Saída de Moro gerou tensão no governo federal. A ideia dos delegados é evitar novas crises na instituição. 

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) enviou, neste domingo (26), uma carta pública ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

No texto, os delegados pedem ao chefe do Executivo para garantir que não haverá interferência no trabalho do próximo diretor-geral da Polícia Federal (PF).

Eles também pedem que Bolsonaro envie ao Congresso Nacional projeto para dar formalmente autonomia à instituição.

O pedido é feito em meio à crise instaurada pela demissão do ex-diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, e a saída do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, do governo. 

No documento, a categoria pede que o presidente Bolsonaro firme um compromisso público de que o próximo ocupante da cadeira na PF terá liberdade para formar sua equipe. 

Além disso, os delegados cobram que este não tenha obrigação de repassar informações ao governo federal nem de instaurar ou não inquéritos por interesse político, destaca o site Poder360.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE