Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Delegados processam fundador do MBL por danos morais

Tarciso Morais

Tarciso Morais

'É uma declaração de guerra ao Congresso' diz MBL sobre protestos
Imagem: Reprodução/YouTube
COMPARTILHE

Membros do Sindpesp querem remoção do vídeo e indenização de R$ 40 mil por danos morais.

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) ingressou¹, nesta terça-feira (2), com uma medida judicial contra Renan Santos, cofundador e coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL).

O sindicato pede que seja retirado um vídeo postado no canal do MBL, no YouTube, em que Renan profere insultos aos delegados de polícia e policiais civis:

O trecho do vídeo que motivou a ação é o seguinte:

“Eventualmente é um playboy, o pai dele tem o contato com o delegado, ou eventualmente é um bandido, que enfim, tem conexões com a polícia civil, aí o cara é liberado, malandro é liberado, às vezes, paga uma propina pro delegado de polícia civil, as vezes tem um contato ali com os investigadores, e nada acontece.”

A petição inicial assinada pelo advogado Fabio Luiz Santana lembra que o canal do MBL possui mais de 1 milhão de seguidores e o vídeo já foi assistido mais de 125 mil vezes.

Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindpesp, afirmou que a manifestação equivocada de Renan desrespeitou a honra de inúmeros policiais civis que dedicam suas vidas a garantir a segurança das pessoas, com profissionalismo e ética. 

Gallinati acrescentou:

“O Sindpesp repudia qualquer ato de corrupção, seja ele praticado por policiais ou por qualquer outro agente público ou político e atua para que nossas instituições sejam aperfeiçoadas.”

Além da retirada do vídeo, o sindicato também requer uma indenização de R$ 40 mil por danos morais e o direito de resposta em todas as redes sociais do autor.

Em mensagem² no Twitter, Renan Santos rebateu as acusações:

“Fui processado por falar que ouvi relatos de que delegados de polícia civil foram corruptos. Pelo sindicato dos delegados. Processo tosco ( derrota certa), apenas para assustar.”

Referências: [1][2]
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM