Português   English   Español

Democrata roubando dinheiro destinado aos desastres naturais

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Uma funcionária pública de Nova York foi acusada na terça-feira (09/01) de supostamente defraudar as agências governamentais em dezenas de milhares de dólares, incluindo desviar dinheiro que teria sido destinado ao alívio do furacão Sandy.


O Ministério Público dos EUA disse num comunicado de imprensa que Pamela Harris, um membro da assembleia do estado de Nova York, foi indiciada por várias ofensas, incluindo fraude eletrônica, fraude de falência e declarações falsas.

Entre as agências que Harris alegadamente defraudou estão o Departamento de Desenvolvimento Comunitário e Juvenil da cidade de Nova York (CNY), a Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA) e o Programa Reconstrução da CNY.

Num aspecto do caso, entre 2012 e 2014, Harris defraudou a FEMA em quase US$ 25 mil alegando falsamente que ela havia sido forçada a deixar a sua casa devido ao furacão Sandy.

Ela alegou que o dano da tempestade foi tão severo em sua casa que ela foi forçada a se mudar de Coney Island para Staten Island, e inclusive submeteu contratos falsos de arrendamento de sua última moradia. Em vez disso, ela continuou a viver em sua casa de Coney Island e embolsou os pagamentos da FEMA destinados ao senhorio falso de Staten Island.

A política nova-iorquina de 57 anos gastou US$ 10 mil de seus ganhos ilícitos em viagens de férias, informou o New York Daily News.

Além das passagens aéreas e de cruzeiro, o dinheiro foi gasto em roupas da Victoria’s Secret.

Se for condenada, Harris enfrenta até 30 anos de prisão.

 

Com informações de: (1)

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...