Depoimento de Lula na Zelotes suspenso pela quarta vez

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Lula e seu filho Luís Cláudio, vulgo Luleco, são acusados de tráfico de influência para a compra, pelo Brasil, de 36 aviões de combate Gripen NG, da Suécia.

O desembargador Néviton Guedes suspendeu pela quarta vez o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Operação Zelotes.

O magistrado acolheu reclamação da defesa do petista e não determinou nova data para o interrogatório.

Em outras três oportunidades, o desembargador decidiu liminarmente suspender os depoimentos dos réus por entender que eles só deveriam ocorrer após ouvidas todas as testemunhas.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

Os advogados alegaram que o tribunal havia suspendido anteriormente o depoimento para que fossem ouvidas as testemunhas do exterior, como o caso o ex-presidente da França Nicola Sarkozy.

Segundo a decisão, a oitiva de Lula poderia ser marcada antes dos depoimentos dessas testemunhas apenas se houvesse algum risco para o processo, como prescrição.

A defesa afirmou que o interrogatório foi marcado sem levar a decisão em consideração. O depoimento seria dado por videoconferência, já que Lula está preso em Curitiba.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.