- PUBLICIDADE -

Deputado denuncia retaliação de Witzel por ter defendido Bolsonaro

Deputado denuncia retaliação de Witzel por ter defendido Bolsonaro
- PUBLICIDADE -

Apesar da denúncia contra Witzel, de acordo com o sistema da Câmara, o deputado ainda continua no posto.

O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) recebeu a informação de que não será mais vice-líder do partido na Câmara dos Deputados

Segundo o deputado, a punição partiu do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também do PSC, depois que Otoni ocupou a tribuna para defender o presidente da República, Jair Bolsonaro, de calúnias no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco.

Durante discurso, segundo O Antagonista, Otoni afirmou:

“Ninguém vai culpar porteiro. Se bobear, o porteiro votou até no Bolsonaro, gostava até do Bolsonaro. Sabe o que aconteceu? Alguém acochou o porteiro, alguém ameaçou. Não sei se foi o governador Wilson Witzel ou se foi alguém do PT. E nós vamos saber quem foi.”

Na manhã desta quinta-feira (31), o parlamentar escreveu nas redes sociais: 

“Porque sou um crítico do comportamento do governador Wilson Witzel, não sou mais vice-líder do PSC. Perco a liderança, mas não a consciência.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -