PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Deputado diz ter alertado Bolsonaro sobre compra da Covaxin

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O deputado Luís Miranda (DEM-DF) afirmou que levou “provas contundentes” ao presidente Jair Bolsonaro sobre supostas irregularidades nas negociações para a compra da vacina Covaxin, da Índia

O presidente sabia que tinha crime naquilo“, disse o congressista, nesta quarta-feira (23), em entrevista à emissora CNN Brasil.

Miranda é irmão de um servidor do Ministério da Saúde que, de acordo com o deputado, teve conhecimento dos problemas. 

O parlamentar disse que, após o encontro, Bolsonaro ficou “convencido” e se comprometeu a acionar “imediatamente” a Polícia Federal (PF):

“Entreguei a Bolsonaro. O caso não é só de pressão. É gravíssimo: tem desvio de conduta, invoice [nota fiscal] irregular, pedido de pagamento antecipado que o contrato não previa, quantidades diferentes.”

Luís Miranda acrescentou:

“Quando eu vi que o caso era grave e vi que poderiam ter pessoas envolvidas do alto escalão, fui direto no presidente. Fiz a pedido do meu irmão, que não confiava em ninguém e estava com medo.”

Ainda de acordo com o deputado, o encontro com Bolsonaro aconteceu no dia 20 de março, às 16h30.

O deputado disse ainda que alertou o então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre as supostas irregularidades no dia seguinte, 21 de março.

Em conversa com a imprensa, horas atrás, o atual chefe da Saúde, Marcelo Queiroga, garantiu que nenhuma dose da vacina Covaxin foi comprada, até o momento, pelo governo federal.

Enquanto isso, como noticiou a Renova, a procuradora da República, Luciana Loureiro, alertou que o Ministério Público Federal (MPF) está investigando indícios de crime na assinatura do contrato com a  empresa Precisa Medicamentos, que representa o laboratório indiano Bharat Biotech.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.