Deputado do PSOL que chamou Moro de ‘juiz ladrão’ é absolvido

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Conselho de Ética da Câmara seguiu o voto do relator, deputado Flavio Nogueira (PDT-RJ).

O Conselho de Ética da Câmara arquivou, nesta terça-feira (22), a representação do Partido Social Liberal (PSL) pela cassação do mandato do deputado Glauber Braga (PSOL-RJ).

Em uma audiência no mês julho, Braga disse ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que ele é um “juiz ladrão”, pela forma como atuou na Operação Lava Jato

De acordo com o site UOL, Braga comemorou o resultado:

“Vou reafirmar aquilo que disse na Comissão de Constituição e Justiça, no Conselho de Ética e repito agora: Moro agiu como juiz ladrão.”

E acrescentou:

“A decisão do Conselho de Ética demonstra que eu não posso ser punido por dizer o que eu disse.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.