Deputado grego expulso do Parlamento após pedir intervenção militar

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O deputado da Grécia, Konstantinos Barbarusis, do partido Amanhecer Dourado, foi expulso do Parlamento ao defender, da tribuna, que as Forças Armadas derrubem o governo.

O deputado grego pediu nesta sexta-feira (15) às Forças Armadas que derrubem o Governo em discurso no púlpito do Parlamento, o que motivou sua expulsão da formação.

O deputado Konstantinos Barbarusis fez esta chamada durante seu discurso no debate sobre o acordo feito pelo Governo de Alexis Tsipras com Skopje para resolver o problema do nome da ex-república iugoslava da Macedônia.

De acordo com informações da UOL:

Barbarusis pediu que o Exército “respeite seu juramento” de defender a pátria e detenha Tsipras, seu parceiro de coalizão Panvos Kammenos (mais tarde ministro de Defesa) e o presidente da República, Prokopis Pavlopoulos, para “evitar a traição”.

O parlamentar foi ainda além e pediu que eles tenham as cabeças cortadas e que as mesmas sejam atiradas no lago de Prespà, na fronteira entre a Grécia e a Macedônia, onde nos próximos dias está prevista a assinatura do acordo uma vez que Tsipras tenha superado a moção de censura, como está previsto que ocorra, a não ser que haja surpresas.

A comissão de ética do Parlamento decidiu expulsar todos os deputados de Amanhecer Dourado e exclui-los do resto do debate.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.