Português   English   Español

Deputado Nunes sofre pressão para não liberar memorando

Um funcionário do alto escalão do Departamento de Justiça está pressionando o presidente do Comitê de Inteligência do Congresso, Devin Nunes, a não divulgar o devastador memorando, que revela abusos de espionagem da administração Obama.

Na carta, que a Fox News obteve, o procurador-geral adjunto Stephen Boyd escreveu:

Nós acreditamos que será extraordinariamente imprudente se o Comitê divulgar essas informações publicamente sem dar ao Departamento e ao FBI a oportunidade de revisar o memorando e aconselhar o Comitê sobre o risco de danos à segurança nacional e as investigações em curso.

Boyd acrescentou:

Embora, atualmente, não tenhamos conhecimento de qualquer irregularidade relacionada ao processo do FISA, concordamos que qualquer abuso desse sistema não pode ser tolerado.

O congressista republicano Devin Nunes está viajando esta semana ao Oriente Médio. Mas, o pedido do Departamento de Justiça não foi bem recebido no Capitólio dos Estados Unidos.

Uma fonte de inteligência do Congresso à Fox News:

É realmente estúpido que eles estejam tentando impedir a liberação do memorando. Isso só piora as coisas para eles. É mais evidência de que o Departamento de Justiça está tentando obstruir nossa investigação.

O memorando de quatro páginas está sendo descrito pelos legisladores como revoltante. Inclusive, um congressista comparou os detalhes do documento com a atividade da KGB na Rússia.

Com informações de: [FoxNews]

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter