Deputado propõe proibição de financiamento estrangeiro em sindicatos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Isso é uma interferência política estrangeira inadmissível”, diz Martins.

O deputado Paulo Eduardo Martins apresentou, na última terça-feira (30), um projeto de lei que proíbe o financiamento estrangeiro em sindicatos do Brasil.

A proposta de Martins foi apresentada após a notícia de que sindicatos brasileiros receberam doações da China.

Como noticiou a Renova, a Federação Nacional dos Sindicatos da China (ACFTU) anunciou que doará US$ 300 mil — cerca de R$ 1,7 milhão — para as centrais sindicais tupiniquins.

Em mensagem nas redes sociais, Martins declarou:

“Agora, os sindicatos brasileiros são comprovadamente braços políticos do PCC. Isso é uma interferência política estrangeira inadmissível. Assim, propus o PL 1124/2021, que proíbe aportes financeiros estrangeiros em sindicatos.”

E completou:

“Investimentos regulares e trocas comerciais são muito bem vindas, compra de consciência e manipulação política, não.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.