Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Deputado propõe tirar Paulo Freire como patrono da educação

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Deputado propõe tirar Paulo Freire como patrono da educação
COMPARTILHE

“A alteração do símbolo da educação como meio de iniciar as mudanças necessárias é fundamental”, afirma Jordy.

O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) apresentou na última quarta-feira (22) um projeto de lei que contempla a substituição do pedagogo Paulo Freire como patrono da Educação.

O PL 3033/2019, caso seja aprovado, instituirá São José de Anchieta como patrono da educação no Brasil.

Segundo o Boletim da Liberdade, Jordy justificou:

“A alteração do símbolo da educação como meio de iniciar as mudanças necessárias é fundamental para o combate cultural de idolatria a pessoas, que, de fato, em nada contribuíram positivamente para a educação e, também, como meio de homenagear quem realmente merece.”

São José de Anchieta, nascido na Espanha em 1534 e falecido em 1597, foi um padre jesuíta.

Chegou ao Brasil em 1553 e foi pioneiro nos estudos das línguas indígenas, sendo autor da primeira gramática de uma língua do tronco tupi, Arte da Gramática da Língua Mais Falada do Brasil, publicada em 1595.

De acordo com Jordy, sua escolha se justifica pelo seu papel “como precursor da educação em nosso país” e “seu rico trabalho literário e cultural”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM