- PUBLICIDADE -

Deputados cobram retratação da esquerda após confissão de Battisti

Deputados cobram retratação da esquerda após confissão de Battisti
- PUBLICIDADE -

Deputados apoiadores do presidente Jair Bolsonaro celebraram a confissão do terrorista italiano Cesare Battisti na manhã desta segunda-feira (25).

Cesare Battisti confirmou a autoria dos assassinatos na década de 1970 pelos quais foi condenado à prisão perpétua na Itália.

O procurador-geral de Milão, Francesco Greco, afirmou nesta segunda-feira (25) que Battisti “admitiu suas responsabilidades” em quatro homicídios, nos ferimentos causados a outras três pessoas e em roubos cometidos pelo grupo Proletários Armados pelo Comunismo, que ele integrou na juventude.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, celebrou a confissão de Battisti através do Twitter. Ainda nas redes sociais, a noticia repercutiu entre parlamentares.

“Alguém na esquerda já pediu desculpas por ter apoiado a permanência desse marginal [Battisti] no Brasil por todo esse tempo?”, questionou a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), por meio do Twitter.

Na mesma rede social, o deputado Paulo Martins (PSC-PR), citando uma matéria da RENOVA, também cobrou posicionamento de parlamentares esquerdistas defensores do italiano.

“Battisti confessa assassinatos. A esquerda brasileira passou anos protegendo esse verme e alegando sua inocência. Agora dirão que agiu certo ao assassinar pessoas?”, escreveu.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -