Deputados de Portugal aprovam descriminalização da eutanásia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Manifestantes contrários à liberação da eutanásia protestaram em frente ao Parlamento antes e depois da controversa votação.

Os deputados de Portugal aprovaram, nesta quinta-feira (20), cinco projetos que descriminalizam a eutanásia em circunstâncias específicas. 

As condições em que a antecipação da morte deixará de ser passível de punição em Portugal foram definidas. 

A eutanásia passa a ser permitida em território português nos casos em que o paciente está consciente para tomar essa decisão e que se trate de doença incurável ou fatal. 

Os projetos aprovados ainda definem regras para que a morte do paciente ocorra com assistência de um médico e com a utilização de substância letal.

Apesar da aprovação dos deputados, os projetos terão de ser sancionados pelo presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, para virarem lei. 

No entanto, caso o presidente decida vetar os projetos, os deputados poderão derrubar o veto na Assembleia da República, destaca o jornal Gazeta do Povo.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.