- PUBLICIDADE -

Deputados querem hospital militar na fronteira entre Brasil e Venezuela

Deputados querem hospital militar na fronteira entre Brasil e Venezuela
- PUBLICIDADE -

Situação na divisa entre os dois países é “calamitosa”, afirmou Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que foi à região dias atrás.

O presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), afirmou nesta quarta-feira (1º) que a situação do lado brasileiro da fronteira com a Venezuela é de calamidade.

Em missão oficial pelo Congresso no estado de Roraima, o deputado visitou a cidade de Pacaraima para verificar a situação do lado brasileiro.

Segundo ele, a cidade está em condição “calamitosa” por causa do grande fluxo de venezuelanos, que entram no Brasil para fazer compras, tratamento médico-hospitalar ou se refugiar da crise política e institucional em seu país de origem.

Eduardo disse que vai procurar o Ministério da Defesa para pedir “o envio de oficiais e praças das Forças Armadas para fazer um hospital de campanha” na região.

Bolsonaro defendeu ainda que o Ministério deve autorizar médicos estrangeiros a virem ao país para atuarem na fronteira entre Brasil e Venezuela, registra o Metrópoles.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -